ANTROPOSOFIA: a base da pedagogia Waldorf 

      A palavra Antroposofia (do grego Antropos = Homem e Sophia = Sabedoria) significa sabedoria a respeito do homem. Elaborada, em seus princípios, pelo filósofo e cientista austríaco Rudolf Steiner (1861- 1925), procura satisfazer a busca de conhecimento do homem moderno a respeito de si mesmo, buscando responder recorrentes perguntas do ser humano: Quem sou eu? De onde venho? Para onde vou? Qual é o sentido de minha existência?

Steiner descreve, então, o ser humano sob vários ângulos complementares. Dois deles têm efeito direto na educação: a constituição humana, e o desenvolvimento da personalidade em ciclos de 7 anos (setênios).

      Além da Pedagogia Waldorf, praticada em mais de 650 escolas em todo o mundo, a Antroposofia trouxe bases científicas para uma renovação nas diversas áreas da vida social, como Medicina, Artes, Agricultura Biodinâmica, Terapias, Educação Especial, e muitas outras.

É importante deixar claro que a Antroposofia não é uma religião. É uma visão do Universo e do Homem obtida segundo métodos científicos. Dessa cosmovisão decorre uma imagem do ser humano, que é objeto de constante estudo para os professores.

       Nas Escolas Waldorf, não se prega nenhuma confissão específica, respeitando-se a liberdade espiritual de seus alunos e familiares.

O sentimento de religiosidade, que a criança naturalmente traz consigo, é cultivado na celebração das festas cristãs e também através de pequenos gestos de gratidão aos homens, à natureza e a Deus.

 

Entre em contato:
(31) 3281.4489

(31) 99345.0896

Visite-nos:
Rua Gentios 700.

Bairro Luxemburgo

Belo Horizonte. MG, Brasil.